Riva: Índios da Região Noroeste pedem mudanças no Zoneamento Ambiental

Os deputados receberam ontem (11) sugestões dos povos indígenas da Região Noroeste ao projeto de Zoneamento Socioeconômico Ecológico. A proposta é o resultado da reunião feita pela comissão técnica do ZSEE em Juina no mês passado. Com a realização das 15 audiências públicas nas cidades-pólos e reuniões com os povos indígenas encerra-se o ciclo de debates da proposta e o relatório final deve ser apresentado e votado até o final deste mês.

“A Mesa Diretora procurou de todas as formas discutir com a maior amplitude possível a situação de cada segmento, especialmente, da comunidade indígena que muitas vezes se sentiu inibida em participar das discussões. Então, a Assembleia oportunizou a ida dos técnicos a Juina e Água Boa exatamente com o propósito de discutir todos os assuntos que dizem respeito a comunidade indígena, pelo respeito que temos com todas essas etnias”, afirmou o presidente José Riva (PP).

Ele informou que a partir de agora a comissão vai analisar as sugestões e, na medida do possível, atendê-las. Riva explicou que sobre os pontos que não forem atendidos, os líderes indígenas serão convocados pela AL para novo debate. O presidente disse também que a proposta deve ir a Plenário ainda neste mês.

De acordo com o presidente da Comissão Especial, deputado Dilceu Dal´Bosco (DEM), as sugestões podem ser perfeitamente acatadas. “Ao analisar as propostas não vi grandes dificuldades de serem implantadas. É praticamente o que nós brasileiros queremos: o desenvolvimento sustentável”, destacou.

O chefe da etnia Rikbatsa, Francisco Rikbatsa demonstrou que a preocupação da comunidade é com a preservação do meio ambiente. “A gente trouxe o documento para pedir ações que preservem as matas e os rios”.

O relator da proposta, deputado Alexandre Cesar (PT) informou que a comissão já trabalha na sistematização das sugestões e no encaminhamento das propostas que não fazem parte do ZSEE. “Muitas propostas, questionamentos e denúncias foram feitas durante o processo de consulta popular e entendemos que é um momento importante para encaminhá-las para os poderes constituídos”.

Documento – No documento entregue à Comissão Especial do ZSEE os povos indígenas Rikbaktsa, Parecis, Irantxe, Myky, Enawene Nawe, Nambywara, Cinta Larga, Arara e Zoró afirmam que levantaram os problemas do entorno das terras e citam invasão de madeireiras, garimpeiros, fazendeiros, exploração ilegal de madeira, minérios e outros recursos naturais.

“Todos nós falamos sobre os problemas da poluição dos rios, do desmatamento nas cabeceiras e das matas ciliares e estamos muito preocupados com as nossas futuras gerações. Este documento apresenta os problemas que levantamos juntos. Consideramos importante vocês conhecerem as nossas preocupações que provocam os impactos que nossos povos vêem sentindo”, diz trecho do documento.


Autor: ITIMARA FIGUEIREDO/ Assessoria
Fonte: O NORTÃO