Mortes de indígenas corresponde a 25% dos homicídios em Dourados

Maryuska Pavão



Manifestantes levaram faixas com nomes de vítimas da violência - Eliel Oliveira/Diário MS


Aconteceu na manhã desta sexta-feira uma passeata organizada por lideranças indígenas das aldeias de Dourados, reivindicando por mais segurança, denominada “Passeata pela Paz nas Aldeias”.

De acordo com dados da Polícia Civil neste primeiro trimestres do ano já foram registrados 11 mortes de indígenas, o que corresponde a 25% dos homicídios registrados.

Segundo Emerson Machado, coordenador de comunicação do AJI - Ação dos Jovens Indígenas de Dourados, os indígenas estão reivindicam por iluminação nas aldeias, melhorias na saúde e na educação. “Estamos isolados. A maioria dos indígenas na cidade, são jovens, e eles estão se matando, e nem o Ministério Público e nem o governo estão fazendo nada, estão sendo omissos”, afirmou Emerson.

De acordo com informações do MPF uma assessora do Ministério Público atendeu os indígenas e recebeu as reivindicações deles.

Muitas crianças caracterizadas estiveram na passeata - Foto: Eliel Oliveira/Diário MS

Foto: Eliel Oliveira/Diário MS

Fonte: Diário MS 

Postagens mais visitadas