Prefeito Fauzi recebe coordenadora da Fundação Ford

O prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) recebeu em seu gabinete a Dra. Joan Dassin, coordenadora internacional da Fundação Ford.

A coordenadora esteve acompanhada por caciques de todas as aldeias Terena de Aquidauana e ainda de um representante de Dois Irmãos do Buriti.

A Dra. Joan veio ao município com vários objetivos, entre eles, discutir a continuidade do apoio da Fundação Ford para a formação educacional de povos indígenas.

Iniciado em 2000, através de seu representante no Brasil, a Fundação Carlos Chagas, a Fundação Ford propõe oferecer bolsa para o Programa Internacional de Formação Superior de Povos Indígenas e Negros sem condições para tal.

Em Aquidauana, são cinco indígenas da etnia Terena contemplados, entre eles o professor Paulo Baltazar e Celma Fialho. Ambos cursam o Mestrado com recursos da Fundação Ford.

Entretanto, o programa foi elaborado para ter 10 anos de permanência e em 2010 vence o prazo para o fornecimento das bolsas.

Este foi um dos itens mais destacados na reunião: todos os caciques se pronunciaram preocupados com o final do programa que, infelizmente, só em 2007 chegou ao conhecimento dos indígenas de Aquidauana. “Perdemos muito tempo para nos inteirar do programa, fato que foi muito prejudicial. Agora estamos aqui para reivindicar outros programas semelhantes. A educação superior para os povos indígenas é um dos melhores instrumentos de romper barreiras e preconceitos”, afirmaram eles para a Dra. Joan.

O cacique Alberto, de Dois Irmãos, afirmou que “10 anos parecem muito, mas, na verdade, foi durante esse período que os cursos de ensino médio foram implantados no meu município e isso atrasou um pouco nosso ingresso no programa da Ford”.

Segundo os caciques, a demanda ainda é muito grande. “Estamos aqui hoje para solicitar a continuidade do programa. Gostaríamos muito que fossemos atendidos”, afirmou o cacique da Lagoinha, Célio Francisco dos Santos.

Para a Dra. Joan, o Brasil ocupa lugar de destaque no ranking de povos assistidos, mas, acredita que faltou um pouco mais de divulgação. “Os bolsistas brasileiros apresentam desempenho maravilhoso e essa reunião hoje aqui é prova disso. Vamos ver se conseguimos um novo programa tendo em vista sua importância para a educação dos povos indígenas e com uma divulgação em nível regional melhorada. É objetivo da Fundação Ford é que aconteça uma relação entre o conhecimento, que se dá de forma direta com os bolsistas e, depois, através deles, de forma indireta dentro das comunidades”, afirmou.

O professor Paulo Baltazar leu uma carta de agradecimento à Fundação Ford, onde destaca a importância das bolsas. “Quando estudamos e temos a chance de realizar um curso de mestrado e/ou doutorado, passamos da condição de objeto de estudos para a condição de agentes provedores de pesquisas e estudos. Essa é uma das maiores conquistas que o povo Terena poderia ter”, disse ele em um trecho da carta.

O prefeito Fauzi Suleiman destacou que desde o início de seu governo vem promovendo uma série de medidas que objetivam a valorização da etnia Terena. “Temos um população com cerca de 12 mil índios em Aquidauana e não podemos deixar de nos orgulhar dessa representação Terena, responsável em muitos aspectos pela história de Aquidauana e até mesmo antes de sua fundação. Estamos aqui na prefeitura dispostos a participar e colaborar para a continuidade do programa da Fundação Ford. Precisamos desse apoio e agradecemos a presença sua, Dra. Joan, por estar aqui conhecendo in loco a realidade indígena de Aquidauana”, disse o prefeito.

Finalizando o encontro, o prefeito Fauzi Suleiman entregou à Dra. Joan Dassin, como uma lembrança de Aquidauana uma peça de artesanato elaborada em osso. Em seguida o prefeito recebeu de presente um livro contendo trabalhos da Fundação Ford.


Fonte: Agecom