Feira do Livro indígena de Mato Grosso será lançada na próxima semana

Será lançada na próxima quarta-feira (12), às 9h30, a Feira do Livro Indígena de Mato Grosso (FLIMT) uma realização da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com a presença do vice-governador Silval Barbosa. O evento será no Cine Teatro Cuiabá, com a assinatura do Decreto que cria a Feira, exibição do vídeo Institucional do evento, entrega de kits e um coquetel para os parceiros e convidados.

De acordo com o decreto a Feira terá como objetivos principais oferecer prioritariamente, um amplo acervo de títulos nacionais e internacionais sobre temas indígenas e outros gêneros literários; exibir e difundir a importância do livro em toda a sua abrangência; bem como comercializar as obras expostas.

A FLIMT será realizada de 6 a 10 de outubro no Centro Histórico de Cuiabá e reunirá autores da literatura indígena vindos de todo o país. Os autores regionais terão um espaço especial para discutir a produção local. Editoras e livrarias poderão expor suas publicações nos estandes, que serão cedidos gratuitamente.

Durante a Feira, no dia 6 de outubro, também será realizado o Seminário de Bibliotecas Públicas do Estado de Mato Grosso – “O lugar da leitura na sociedade da informação e a oficina de Bibliotecas Públicas”. O evento tem como proposição debater as ações dos governos Federal/ Estadual/Municipais, e propor alternativas de desenvolvimento frente às exigências e o papel que deve desempenhar no contexto sociocultural, avaliando a política estadual para as bibliotecas públicas municipais. O público alvo desse evento são prefeitos, secretários municipais de educação e cultura, agentes de bibliotecas e bibliotecários. O seminário será no Salão Nobre do Palácio da Instrução.

Participam do Seminário a Coordenadora geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, da Fundação Biblioteca Nacional – Ilce Cavalcanti, Diretora de Livro, Leitura e Literatura do Ministério da Cultura, Susete Nunes, o Coordenador do Setor de Comunicação e Informação da Unesco no Brasil, Guilherme Canela, Antônio Carlos Maximo, Coordenador Escritório Antena da Unesco em Cuiabá, além de representantes do Conselho Regional de Biblioteconomia, Universidade Federal de Mato Grosso, Secretário de Estado de Cultura – Paulo Pitaluga, Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso, entre outros.

Para a Feira está previsto o agendamento escolar para que estudantes e professores possam estar em contato direto com representantes dos diferentes povos indígenas do estado e do País. Atualmente residem somente no Estado de Mato Grosso mais de 28 mil índios de 41 etnias diferentes. Há indícios de outros 9 (nove) povos ainda não contatados e não identificados oficialmente. A Feira do Livro indígena é uma forma que a Secretaria de Estado de Cultura encontrou para se criar mecanismos que dêem visibilidade à cultura indígena.

Na programação da Feira estão previstas contação de histórias, pinturas corporais, saraus literários e bate papos entre autores indígenas e não indígenas. São presenças confirmadas escritores e ilustradores das Etnias Xavante, Bakairi, Muduruku, Terena, Paresi, Pankararu, Tukano, Satere-Mawé, Umutina, Wapichana, Bororo, Maraguá entre outros, que darão outra 'cara' ao centro histórico de Cuiabá durante os dias do evento. O ilustrador Jô Oliveira e a escritora Heloisa Pietro também já confirmaram presença no evento.

Outras informações pelo 3613-0203 e 3613-0205.

Autor: Raquel Ferreira

Postagens mais visitadas