A 1ª Bienal de Brasília reúne nesta segunda Brasil, Argentina e África

Redação - 16.04.2012 às 08:41:00
BRASÍLIA (O REPÓRTER) - A Bienal do Livro em Brasília será ponto de encontro de três nações que vão dividir as mesas de debate desta segunda-feira(16). Brasil, Argentina e África iniciam a troca de informações ainda nesta manhã.
Daniel Munduruku abre o programa com palestra sobre a produção literária indígena no Brasil. Autor de 34 livros sobre lendas e histórias indígenas, nascido em Belém e mestre em antropologia pela Universidade de São Paulo (USP), Munduruku se especializou em literatura infantojuvenil. O amazonense Marcio Souza, que encerra a programação do dia no Café Literário, também tem a história como matéria-prima para ensaios, críticas e romances.
Autor de tetratologia romanceada sobre a história do Grão Pará e de Mad Maria, sobre aconstrução  da estrada de ferro Madeira-Mamoré, Souza vai falar sobre a presença da Região Norte na literatura brasileira. “Ela tem uma atuação bastante marcante no quadro da culturabrasileira, mas é de certo modo invisível”.