Índios ocupam prédio em protesto pela falta de médicos

Revoltados com a falta de médicos nas aldeias e com a decisão da Funasa de terceirizar os serviços de saúde no Distrito, índios da etnia Karajá e Canela, ocuparam a partir das 9:00 horas desta segunda-feira, dia 22 de junho, a sede administrativa do DSEI Araguaia, em São Félix do Araguaia.

Segundo Samuel Yriwana Karajá, coordenador da Ong Indígena Iny Mahadu, o motivo da ocupação é sensibilizar a direção do DESAI, em Brasília, para o sucateamento dos serviços de saúde indígena. “Nossas aldeias estão sem médicos. Está difícil encontrar profissionais de saúde para trabalhar na área indígena” declara Samuel.

Segundo ele “essa situação vai piorar ainda mais com essa decisão da Funasa de não fazer mais o convênio com as Ongs Indígenas e terceirizar todas as ações com empresas particulares.”

Samuel disse ainda que “Nosso movimento é pacifico. Queremos conversar com algum representante de Brasília. Vamos ocupar o prédio até que sejamos ouvidos. Queremos continuar com o convênio com as Ongs Indígenas e melhorias no atendimento médico em todas as nossas aldeias.”

Postagens mais visitadas