25 de mar de 2013

I Encontro de Povos e Comunidades Tradicionais do Sertão.


Entre os dias 21 e 22 de março, foi realizado na aldeia Capateira, TI Entre Serras Pankararu, o I Encontro de Povos e Comunidades Tradicionais do Sertão, esse evento foi idealizado e realizado pela Associação Indígena de Entre Serras Pankararu – AIPES e a Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco, contou também com os apoios da Prefeitura de Tacaratu – PE, Prefeitura de Jatobá – PE, Quilombo Malunguinho, APOINME, Secretaria de Transporte de Pernambuco, Secretaria de Agricultura Familiar de Pernambuco, IPA, Fundarpe, Ministério Publico de Pernambuco, OAB – PE, FUNAI e Pólo Básico da SESAI Entre Serras Pankararu. Esse encontro contou com a presença de mais de 300 pessoas entre elas indígenas, juremeiros, quilombolas, pescadores, ciganos e ribeirinhos, pois o objetivo foi de socializar os conhecimentos tradicionais dos participantes, e com isso unir e fortalecer o movimento e a luta desses seguimentos.
E na abertura do evento teve a apresentação do grupo de dança Pankararu Nação Cultural que mostrou a dança do Búzio Pankararu, em seguinte foi formado a mesa com as diversas autoridades presentes, como os caciques e representantes indígenas, os prefeitos de Tacaratu e Jatobá, promotores públicos de Pernambuco, secretario do meio ambiente de Pernambuco, representantes dos seguimentos presentes, entre outros, após a fala de cada um Sergio Xavier Secretario do Meio Ambiente de PE, assinou um convenio com os prefeitos de Tacaratu e Jatobá, esse convenio é voltado a preservação do meio ambiente nesses municípios, onde cada prefeito se comprometeu a executar essa ação de uma forma que abranja os limites de seus municípios, e com isso favorecer a cultura do bem viver.
Após a assinatura dos convênios, Bernadete Azevedo Procuradora do Ministério Publico de Pernambuco, falou sobre o racismo na atual conjuntura judicial, e segundo ela os procurados hoje estão se preparando para atender e respeitar as diferenças e esficidades de cada povo originário e de cada comunidade tradicional de Pernambuco, para que acabe com os preconceitos judiciários no estado, e dando sequencia aos debates os participantes falaram bastante de suas experiências negativas e preconceituosas, que sofreram no momento que precisaram se dirigir a uma delegacia ou algum estabelecimento judiciário do estado, onde pudemos perceber em alguns relatos a extrema emoção e indignação das pessoas, e que tocou bastante Bernadete, pois ela se mostrou muito sensível a causa e empenhada a mudanças.
Quebrando o protocolo e a pauta do evento, os seguimentos presentes proporcionaram uma noite cultural, onde teve o toré do povo Pankararu, Fulni-ô e o samba de coco puxado pelo mestre Grio Zeca do Rolete e pessoas da jurema e dos quilombos presentes.
No segundo dia foi o momento dos povos e comunidades presentes, onde teve palestras sobre folhas sagradas e medicinais, ancestralidade e tradição, trocas de experiências, trabalhos em grupos para unificar as propostas de todos os seguimentos com o intuito de buscar uma melhoria de vida entre todos e fortalecer seus movimentos sociais. No termino do dia foi eleito a Comissão Sertaneja de povos e comunidades Tradicionais e depois apresentações culturais.
Esse encontro com certeza atingiu seus objetivos, e ficou para a historia e na memória de quem participou dele, e não temos duvida que foi um passo para a união e fortalecimento dos seguimentos.

http://apoinme.org.br/2013/03/i-encontro-de-povos-e-comunidades-tradicionais-do-sertao/
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

OUÇA A RÁDIO PORANDUBA

Postagem em destaque

TAWÉ - NAÇÃO MUNDURUKU - UMA AVENTURA NA AMAZÔNIA

TAWÉ - NAÇÃO MUNDURUKU - UMA AVENTURA NA AMAZÔNIA WALTER ANDRADE PARREIRA EDITORA DECÁLOGO (primeira edição publicada em 2006)   Prefaciei...

Total de visualizações

INSTITUTO UKA