Roda de histórias movimenta público no Palácio da Instrução

Cuiabá / Várzea Grande, 07/10/2009 - 13:27.

Da Redação

Histórias, mitos, música e ritos. Assim iniciou a primeira roda de conversas indígenas da Feira do Livro Indígena de Mato Grosso na manhã desta quarta-feira (07) em Cuiabá. As rodas serão sempre no Pavilhão do Palácio, localizado aos fundos do Palácio da Instrução. Elias Maraguá, da etnia Maraguá iniciou um bate-papo com os alunos da Escola Estadual Presidente Médici, falando sobre os costumes de seu povo. Elias explicou aspectos culturais como a utilização de cocares, ornamentos e vestimentas. Em seguida, os pajés Manoel Moura Tukano e Álvaro Tukano (ambos da Etnia Tukano), realizaram um rito de iniciação. Eles explicaram que este é o rito realizado pelos tukanos pra iniciar uma conversa com os mais jovens.

Com uma grande interação, os alunos assistiram as apresentações musicais realizadas por Marcio Bororo, Jucélio Paresi e Cristino Wapichana. Eliane Potiguara e Eli Macuxi contaram histórias e mitos de seus povos, lembrando sempre, que tudo, faz parte de uma grande memória e da ancestralidade. Para encerrar, o jovem Carlos Tiago, da Etnia Satere Mawe recitou uma poesia que compõe a Antologia de escritores indígenas lançada na noite da terça-feira, durante a Feira.

VENDA DE LIVROS E VISITAÇÃO ESCOLAR

A visitação escolar está sendo realizada com o acompanhamento de monitores e tem duração de uma hora e meia. Os estudantes podem participar das palestras, oficinas, contação de histórias e pintura corporal.

Já as editoras e livrarias estão comercializando obras no Fundo do Palácio da Instrução. No local tem também os lançamentos e rodas de histórias.

Para participar das atividades confira a programação no site da Secretaria de Estado de Cultura.